Gestão da Informação e Gestão do Conhecimento: diferenças e a importância na gestão estratégica organizacional

Gestão da Informação e Gestão do Conhecimento: diferenças e a importância na gestão estratégica organizacional

Compartilhe este artigo!

A Gestão da Informação é um conjunto de estratégias que visam identificar as necessidades informacionais, mapear os fluxos formais de informação nos diferentes ambientes da organização, assim como sua coleta, filtragem, análise, organização, armazenagem e disseminação, com o objetivo de apoiar o desenvolvimento das atividades cotidianas e a tomada de decisão no ambiente corporativo. Ou seja, dados são registros que, se organizados estrategicamente, se transformam em informação a favor da empresa.

Já a Gestão do Conhecimento é um conjunto de estratégias para criar, adquirir, compartilhar e utilizar ativos de conhecimento, bem como estabelecer fluxos que garantam a informação necessária no tempo e formato adequados, para auxiliar na geração de ideias, solução de problemas e tomada de decisão.

Como gerir a informação e o conhecimento?

A Gestão do conhecimento é um tema bastante discutido e trabalhado em várias organizações que tentam organizar e gerir seus processos de maneira mais eficiente e estrategicamente possível. Ela está intrinsicamente ligada à forma como o conhecimento é utilizado/organizado na vida, no cotidiano das pessoas ou mesmo em uma organização.

Gerir conhecimento significa organizar, associar dados de forma analítica de maneira que esses dados se transformem em informações estratégicas dentro da empresa.

A partir da apreensão e da visão analítica do conhecimento, o gestor consegue mobilizar e reunir ideias estratégicas a favor de sua gestão. Nesse sentido, colaboradores cumprem um papel fundamental na coleta e organização do conhecimento.

A importância na estratégia organizacional

Reconhecido seu valor estratégico, informações e conhecimento se entrelaçam e voltam para o cotidiano da empresa em benefício da coletividade, sendo usados na obtenção de resultados que favoreçam ações de gestão.

O conhecimento das pessoas é ponto chave na gestão estratégica de qualquer organização. Usar o conhecimento em benefício da própria instituição e em benefício da sociedade, é ponto focal da aplicação do conhecimento.

Concluindo, gerir conhecimento significa não só registrá-lo em programas computacionais, mas trabalha-lo de forma a gerar resultados positivos, pois a informação e conhecimento só têm valor no momento em que o gestor os reconhece como ponto estratégico para empresa.

E aí, gostou do texto? Então fique por dentro de todas as nossas novidades. Assine a nossa news e receba informação de qualidade diretamente no seu e-mail.

Assine nossa news e fique por dentro das novidades!

Deixe uma resposta

Fechar Menu