Tudo que você precisa saber sobre RH estratégico

Tudo que você precisa saber sobre RH estratégico

Compartilhe este artigo!

 O que vem a sua mente quando falamos no setor de recursos humanos? Se logo você já imagina o departamento responsável pela contratação, demissão e gestão de benefícios, e apenas isso, então precisa urgentemente conhecer o RH estratégico.

Entender o departamento pessoal como uma ferramenta essencial para o desenvolvimento e sucesso da organização é indispensável. E é exatamente isso que o RH estratégico faz. Ele é crucial para o crescimento das empresas porque pensa em cada colaborador de forma estratégica e toma suas decisões baseado em dados reais e mensuráveis.

Dessa forma, nenhum departamento é insignificante para o desenvolvimento das empresas aos olhos do RH estratégico. Mas a verdade é que muitas organizações ainda não enxergam o dessa forma.

Seja por não saberem exatamente como implementar essa ferramenta ou qual a diferença entre o setor tradicional e estratégico, as empresas precisam conhecer o RH estratégico, como ele pode transformar seus processos e colaborar com o sucesso da organização! Continue lendo e fique por dentro de todas as nossas dicas. 🤓

Mas o que é esse tal de RH estratégico?

 Como falamos acima, o RH estratégico é aquele que possui métricas para mensurar seus resultados, analisa esses dados e os usa de forma a desenvolver a organização. Que enxerga cada colaborador como parte essencial no sucesso da empresa. Além de trabalharem alinhados aos objetivos do negócio.

E não é apenas “achismo” dizer que um RH estratégico faz diferença para as organizações. De acordo com a Harvard Business, em um estudo que acompanhou 53 empresas entre os anos de 2011 e 2015, aquelas que possuíam boas práticas de RH tinham um desempenho 51% maior que as demais.

Assim, podemos destacar as duas principais funções dessa ferramenta em uma empresa:

  • Desenvolver os colaboradores: é papel dele disponibilizar treinamentos (quando necessários), criar para um ambiente de trabalho dinâmico e formas desafiadoras de trabalhar, cuidar da satisfação dos colaboradores (que ajuda a reter talentos), entre outros pontos.
  • Recrutar novos colaboradores: também é ele que vai fazer a contratação dos novos colaboradores quando o quadro atual de funcionários não der conta de uma demanda. Do ponto de vista estratégico, é o RH que tem as ferramentas e habilidades para encontrar profissionais que possam suprir essa demanda da melhor forma possível e que tenham o perfil da empresa.

Fora isso, existem alguns outros pontos importantes que devem fazer parte da rotina do RH para que ele possa ser ter um papel mais ativo, como a visão estratégica do negócio, a análise de dados e ser um agente de transformação dentro das organizações.

1 – Visão estratégica de negócio

Pode parecer bobo. Mas a verdade é que podemos esquecer mesmo do mais básico e simples as vezes. Assim, um RH com visão estratégica de negócio é aquele que conhece a fundo a cultura, a visão, as metas e as dificuldades do negócio. O que é importante para se pensar no desenvolvimento da empresa.

2 – Análise de dados

A revolução tecnológica chegou há muito tempo. E ela trouxe diversas mudanças positivas para as empresas, ajudando-as a guiarem-se por dados sólidos e confiáveis, de maneira que pudessem pensar seu negócio de forma estratégica.

Vemos isso cotidianamente nas áreas de vendas, logística, suporte, marketing… Então, por que não no departamento pessoal? Todas as ações promovidas por eles e toda a entrega de seus softwares devem ser passíveis de monitoração e mensuração. Assim, providenciando dados sólidos e reais para basear e guiar ações futuras.

3 – Agente de transformação

Aqui falamos de um RH ativo em vez de reativo. Ou seja, ele não entra em ação apenas nos momentos em que algum evento específico demande sua atenção. O RH estratégico está ativamente envolvido na transformação do ambiente de trabalho. Especialmente em ações que estimulem as boas relações entre os colaboradores e os motive de maneira que se dediquem ainda mais ao negócio.

Para isso, o RH precisa estabelecer metas claras e estimular o desenvolvimento dos colaboradores – sempre com os objetivos de negócio em mente.

Rh estrategico precisa saber mensurar resultados!

Qual a importância de um RH estratégico?

Pense na sua empresa. Agora me responsa: onde está o valor dela? No escritório, seus maquinários, ou no capital humano?

A inovação é o maior valor das empresas hoje em dia, e só é possível alcançá-la através dos seus colaboradores. Um RH estratégico faz justamente a gestão do quadro de funcionários, investindo no desenvolvimento deles para que se adequem aos objetivos de negócio da empresa.

É papel do RH, então, entender as capacidades e limitações do quadro de colaboradores. Dessa forma, quando as metas de vendas da empresa forem traçadas, por exemplo, ele saberá o que deve fazer para que todos os setores colaborem para alcançar esse objetivo. Seja através de treinamentos (e-learning, gamificação, etc), ações motivacionais ou até mesmo a expansão do quadro de funcionários.

Quais os desafios de implementar um RH estratégico?

Existem dois grandes desafios em potencial para efetivar essa implantação. O primeiro deles é o próprio gestor de RH. Mesmo familiarizado com o conceito, ele pode não saber ao certo como seu setor se encaixa na solução dos desafios da empresa ao olhar o planejamento estratégico.

Dessa forma, é importante que os gestores busquem por cursos mais amplos de gestão de empresas que podem ajudá-los a desenvolverem esse lado estratégico.

Outro desafio que a sua empresa pode encontrar é na forma como as reuniões de planejamento são feitas. Para que o gestor de RH possa colaborar com a soluções dos desafios e o cumprimento das metas, é importante que ele seja visto como integrante permanente das reuniões de planejamento. Do contrário, a área de recursos humanos continuará apenas com a função de departamento pessoal.

E quais os riscos do RH estratégico?

O principal risco na implantação de um RH estratégico é a interpretação do próprio setor de recursos humanos. É essencial compreender que as ações executadas devem gerar algum tipo de resultado para a empresa.

Portanto, não basta implementar um “dia do picolé” na empresa se essa ação não trará um resultado real sobre a produtividade dos colaboradores, por exemplo.

Por mais que isso gere a satisfação do funcionário – que é muito importante para a produtividade – todas as ações precisam gerar impactos positivos a respeito das metas da organização.

Como implementar um RH estratégico na sua empresa?

É possível transformar seu setor de RH investindo em algumas mudanças, como as que vamos explicar abaixo. No entanto, antes de adotar qualquer medida, é importante que a sua equipe no departamento esteja pronta e alinhada.

Seu gestor de RH está empoderado para desempenhar o papel estratégico que o setor (e a empresa) precisa? Os demais colaboradores do departamento entendem o papel estratégico e estão prontos para contribuir? Se a resposta for sim, então considere as dicas abaixo.

1 – Monitore os atuais indicadores de desempenho

Lembra como falamos sobre o RH trabalhar com métricas que possibilitem a mensuração de suas ações? A mensuração é essencial para o desenvolvimento estratégico dos setores. Por isso, o Recursos humanos deve focar em indicadores-chave de desempenho (KPIs, do inglês Key Performance Indicator) como:

  • Turnover (taxa de desligamentos x taxa de contratações);
  • Assiduidade no trabalho;
  • Satisfação dos colaboradores;
  • Eficiência operacional;
  • Custo por profissional.

Mas atenção: a escolha das KPIs também deve ser estratégica. Ela se dá com base nos indicadores que são essenciais para alcançar os objetivos do RH.

2 – Estabeleça objetivos estratégicos alinhados à empresa

As metas do RH devem convergir para atingir os objetivos de negócio da empresa. Dessa forma, tem se tornado comum definir Objetivos e Resultados-Chave, as famosas OKRs (Objectives and Key Results, em inglês). Elas consistem em um objetivo genérico, que pode ser dividido em pequenos fragmentos fáceis de serem alcançados a curto prazo.

Por exemplo, se um dos objetivos da empresa é ter uma equipe eficiente, algumas das OKRs do RH podem ser:

  • Diminuir o turnover para 5% ou menos;
  • Diminuir a taxa de absenteísmo para 8%;
  • Fazer 3 treinamentos específicos para cada área.

3 – Invista na atração e retenção de talentos

É fato que contratar novos profissionais acaba saindo mais caro do que investir na satisfação dos colaboradores para evitar que eles peçam o desligamento. Especialmente porque bons profissionais não permanecem no mercado por muito tempo.

Uma das formas mais comuns de atrair e reter bons profissionais é investir em um pacote de benefícios atraentes. Além daqueles usuais, como plano de saúde e seguro de vida, também é interessante buscar alternativas como convênios com academias, vale cultura, bolsa de estudos, escolas de idioma in company, etc.

Além disso, certifique-se de que o ambiente de trabalho estimula o desenvolvimento pessoal e profissional dos seus colaboradores. Você pode fazer isso investindo em ações de employee experience, por exemplo.

4 – Modernize os atuais processos de RH

Invista em tecnologia que possa agilizar e automatizar os processos de RH. Assim, seu departamento terá mais tempo para focar em ações estratégicas e precisará focar menos tempo na burocracia.

Pense em programas que permitam a distribuição online dos holorites, que facilitem a comunicação interna, que monitorem os resultados das ações… Um RH estratégico de verdade é aquele que já passou pela transformação digital e é capaz de inovar.

5 – Aprimore a comunicação interna

Você sabe quem são os clientes interno da sua empresa? Isso mesmo, o seu colaborador. Tão importante quanto ter uma comunicação clara e próxima dos seus clientes externos, a comunicação interna é essencial para motivar, alinhar a equipe e gerar comprometimento com os funcionários.

Hoje em dia você consegue criar um mural de avisos online, canais de comunicação interno (como Slack, Microsoft Teams) e mesmo aplicativos mobile. O importante é que essa ideia seja abraçada por todos, especialmente o topo da organização.

6 – Terceirize outras demandas

Assim como falamos no item 4, é importante que a sua equipe de RH possa focar no plano estratégico. E sabemos que um quadro de funcionários inchado não é o ideal. Dessa forma, terceirizar demandas fixas e pontuais pode aliviar a pressão da equipe e deixá-la focar no que realmente importa.

Se esse é o seu caso, você pode levar em consideração terceirizar serviços como o fechamento da folha ponto, o desenvolvimento de treinamentos internos (obrigatórios ou não) e até mesmo o recrutamento e seleção.

O que você está esperando para transformar seu RH?

Um RH estratégico pode mudar a sua empresa por completo, desde o engajamento dos colaboradores até a habilidade de alcançar as metas e objetivos de negócio. Agora que você já está por dentro do que essa ferramenta pode fazer, se sente mais seguro para aplicá-la?

Então converse com um dos nossos especialistas e descubra como podemos ajudar seu RH a desenvolver, engajar e reter talentos! 👇☎️

Converse com um dos nossos especialistas sobre deixar seu RH estratégico

Este post tem 3 comentários

Deixe uma resposta

Fechar Menu