Menu fechado

4 passos para treinar seus colaboradores de maneira inteligente

4 passos para treinar seus colaboradores de maneira inteligente
Compartilhe este artigo!

Para determinar o sucesso de um negócio são muitas as variáveis que influenciam o resultado de uma empresa e, na maior parte das vezes, quem dita o fracasso ou sucesso é o fator humano.

Por isso, as empresas estão investindo cada vez mais no treinamento e desenvolvimento de seus colaboradores em todos os níveis e segmentos empresariais. Quanto mais treinado, preparado e atualizado for o colaborador, melhor será sua resposta aos desafios competitivos do mercado. Afinal, quem acredita que conseguirá vencer a disputa por market share, sem ter os profissionais mais habilidosos ao seu lado?

Atualmente, existem três modalidades de treinamentos que podem ser utilizadas para deixar sua equipe “voando”, são elas: treinamento presencial, semipresencial — ou blended — e ensino a distância — EaD. Cada uma destas estratégias tem a capacidade de resolver problemas educacionais específicos que requeiram maior ou menor interação com o elemento humano no processo de ensino-aprendizagem.

Treinamentos via EaD

O EaD é a metodologia perfeita nos casos em que o conteúdo a ser ensinado é bem estruturado e oferece pouca variação, ou quando o conteúdo é conceitual e não sofre grandes alterações ao longo do tempo. Por exemplo, quando devemos ensinar o profissional a operação de um sistema. O EaD resolverá plenamente o problema educacional, com as vantagens de não precisar criar turmas para treinar, não ter custos com logística e deslocamento dos participantes e ainda conseguir treinar um “batalhão” de pessoas.

Treinamentos presenciais

Já se o problema educacional for complexo e com muitas variáveis, pouco estruturado, e não houver a necessidade de treinar uma centena de pessoas, o treinamento presencial resolverá a situação atendendo as características que este tipo de conteúdo apresenta, com total qualidade.

Treinamentos semipresenciais (blended)

E se o terceiro problema educacional misturar elementos dos dois casos, combinar as estratégias utilizando a modalidade blended ou híbrida, vão fazer com que os objetivos sejam atingidos. Note que, é realmente importante que a estratégia seja cirúrgica para “não matar formiga com bomba atômica”.

Seja qual for a escolha, treinar o funcionário proporciona ganhos à empresa e motiva a equipe, contribuindo para o bem-estar e resultados financeiros. Confira 4 passos para promover da melhor forma os treinamentos para a sua equipe:

 1. Defina os objetivos para o negócio: antes de iniciar qualquer treinamento, os gestores devem desenvolver uma visão clara sobre qual é o resultado que o treinamento em desenvolvimento deve entregar para a empresa. O que ajuda nisso é responder à pergunta: o que o participante não sabe fazer?

2. Defina os objetivos de aprendizagem: Quando você for capaz de identificar o que sua empresa precisa, também será capaz de fazer 3 coisas essenciais para o futuro treinamento. É preciso definir o que ensinar, como ensinar e de que forma ensinar.

3. Defina como medir o progresso da aprendizagem: Aqui é o momento onde começa a mudança de mind-set da equipe em treinamento, pois, mais que ensinar, é preciso criar uma estratégia para garantir que o que foi aprendido seja aplicado no dia a adia do aluno, ou seja, é preciso ter uma estratégia para apoia-lo na transferência do saber para o fazer.

4. Defina como medir o impacto da aprendizagem no negócio: Depois que o treinamento for ministrado, como você irá provar que ele foi realmente um sucesso? Lembre-se de que treinamento tem objetivo. Por isso, identificar os indicadores chave de performance onde o resultado do treinamento deve impactar se torna obrigatório para o gestor de treinamento que tem compromisso com os resultados.

Embora breve, acreditamos que este texto possa provocar uma reflexão sobre o modo como “pensamos e fazemos” treinamento dentro de nossas empresas.